Livros que Marcaram a Infância #BCLivrosdaInfânica

Olá meus caros amigos e amigas,

Estou participando de uma Blogagem Coletiva, onde diversos blogs falam sobre o mesmo tema em um dia. Esta de hoje esta sendo organizada pela Lady Sybylla o tema de hoje é Livros que Marcaram a Infância e eu decidi falar sobre um clássico muito importante pra mim.

blog-col

Acredito que tenho um defeito, ou pelo menos tinha, eu não lia muitos livros, passei a maior parte da minha infância entre quadrinhos, videogames e televisão. Hoje percebo quanto tempo perdi, mas estou correndo atrás do prejuízo.

Mesmo lendo pouco, um livro em especial me marcou, acredito ser o livro infanto-juvenil mais relevante da historia. Um livro que re-li quando adulto e que tive uma percepção completamente diferente, estou falando do clássico de Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe.

download

Na primeira vez que o li, era um livro surrado que pertenceu a minha mãe, que ela fez questão de guardar para mim e meu irmão, me lembro que a minha parte favorita do livro era a da jibóia que comeu o elefante. Que quando o autor menciona o desenho que fez aos 6 anos, todos imaginaram que fosse um chapéu.

apesar-de-parecer-um-chapeu-o-desenho-mostra-uma-jiboia-que-engoliu-um-elefante_

Quando adulto percebi que o livro era muito mais profundo do que só a historia de um menino que vivia no asteroide B 612, com um rosa e três vulcões.

images

Em sua jornada pelo espaço o Pequeno Príncipe encontrou outras pessoas em seus pequenos planetas e cada um tinha a sua própria visão do universo.

 

 

planeta-do-empresario-pequeno-principe-thumb-600x289-32476

 

images (1)

 

planeta-do-acendedor-pequeno-principe-thumb-600x394-32479

Só então quando meu universo se expandiu pude entender que era um livro sobre a forma de ver um mundo, que cada um de nós em nossos planetinhas particulares somos os donos da razão e não gostamos de quem tem a visão contraria a nossa.

A jornada por si só vale a pena, independe da mensagem do livro, o brincar de imaginar é a melhor coisa que existe.

O-Pequeno-Principe-Antoine-de-Saint-Exupery

Com certeza este é um livro que vou dar para meus filhos (quando os tiver) lerem, e espero que eles se divirtam e voem pelo universo com seus pássaros assim como fez o Príncipe.

Abraços
Sandro Moura

Anúncios

8 comentários em “Livros que Marcaram a Infância #BCLivrosdaInfânica

  1. Momento confissão: eu nunca li O Pequeno Príncipe. Acho a arte que vejo do livro pela internet uma coisa lindinha, conheço uma frase aqui e outra ali, mas não li o livro. Não sei porque, acho que não me passou pela cabeça em ler. Ainda bem que está em tempo! 😀

    Muito bacana seu post, Tiozão! 🙂

    Curtido por 2 pessoas

  2. O mágico desse livro é perceber a nossa mudança, como nossa leitura modificou com o tempo, ele se tornou um livro pra quando eu tinha 10 anos, foi outro livro que eu percebi aos 15, e é outra coisa pra mim hoje aos 27.
    Mas o desenho da jiboia que comeu o elefante continua genial! rsrsrs Mas hoje eu tenho implicância com aquela frase “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, que era uma das minhas frases favoritas na adolescência, hoje eu discordo.

    Ótimo post!

    Curtido por 3 pessoas

  3. Acredita que fui ler esse livro agora, depois de adulta?! ahahahahah com 30 anos que li! srsrsrs

    AMEI!!! E amei a ideia do post da blogagem coletiva. Bom relembrar livros que lemos quando éramos criança.

    Tb tô na BC!

    Bjos, Trícia.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi, Sandro!
    Em casa também tinha “O Pequeno Príncipe” quando eu era criança e gostava de olhar as gravuras. Depois a minha irmã que é alguns anos mais velha, sumiu com o livro e somente quando estava na adolescência fui realmente ler.
    Na verdade é uma fábula bem moderna que fala de solidão e descobertas escrita em 1943, não é engraçado? E se brincar, Exupèry escreveu o livro nas suas vindas ao Brasil como aviador.
    Nunca é tarde para começar a ler!
    🙂
    Beijus,

    Curtido por 1 pessoa

  5. Não lembro de ter lido o livro quando criança. Na verdade minha primeira lembrança (e ainda a mais vívida) é a do desenho baseado no livro e que passava no SBT. Acredito que só fui ler o livro na adolescência. O que lembro de certeza é o impacto que a história causou em mim, porque era um livro que explicava todas as complexidades de um mundo adulto com a simplicidade que uma criança requer, mas de maneira inteligente e sensível. Algo que eu sempre senti muita falta nos livros voltados para crianças em sua maioria.
    Excelente você ter falado do Pequeno Príncipe! Um livrinho maravilhoso realmente!
    Agora, é impressão minha ou pelos comentários aqui já podemos deduzir que O Pequeno Príncipe é o livro pra criança que as crianças só leem quando não são mais crianças?
    Abraços!

    Curtir

  6. O pequeno Príncipe é tudo de Bom, e nos lembra que por mais amor, paciência e boa vontade que tenhamos com alguém, jamais conseguiremos satisfazer-lhes todos os desejos, principalmente se este alguém for uma mulher. Tal qual a rosa do livro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s