Game of Thrones. Como é preciso ter paciência com o mimimi nerd.

Séries de sucesso de público podem gerar grandes comoções, mas podem gerar criticas (e como geram criticas).

É lógico que quando a série tem falhas, deve ser discutida. Só que, quando essas criticas passam de diversão e zueira para um exagero?

Vamos começar pelo caso que me deixou mais indignado desta temporada. O cantor Ed Sheeran deletou sua conta no twitter por causa dos fãs de Game of Thrones. A participação do cantor foi uma surpresa para a atriz Maise Willians, que interpreta Arya Stark, mas os fãs ficaram tão revoltados que passaram a.xingar o cantor pelo twitter. No fim para escapar do assédio, excluiu a conta na rede. Me digam, a participação do cantar foi tão ruim assim?

https://youtu.be/r9OoIQUTPaQ

Houveram reclamações menos desastrosas ao mundo real e que envolvem apenas a história e não as pessoas fora dela.

A uma das reclamações foi a cena que Jamie Lannister cai no rio no fim do quarto episódio de armadura e tudo. Muitos especularam que ele deveria ter se afogado pelo peso de seu equipamento, e até faz sentido, mas em um universo literário com dragões, zumbis e assassinos que trocam de rosto, importa mesmo se um homem de armadura sobreviveu a um afogamento?

Perdi também a paciência com as reclamações com os cortes da edição na passagem de tempo entre um cena e outra.

É meio óbvio que Jon Snow e os demais guerreiros ficaram dias presos no meio do circulo de zumbis e que Gendry passou dias correndo até voltar a muralha. Como não foi mostrado cada um de seus passos, há inúmeras reclamações. Porém isso é culpa da própria série.

Em muitas ocasiões os personagens passavam praticamente um temporada inteira cruzando Westeros em suas jornadas com diversas reflexões e dilemas sendo debatidos. Foi assim com o Cão e a Arya, a Brienne e o Jamie. Porém a série esta acabando e os produtores não tem muito tempo a perder enchendo linguiça. É preciso fazer a passagem de tempo mais dinâmica e o personagem leva um pequena montagem para cruzar quilômetros.

Críticas são necessárias meus caros, para melhoras o produto audiovisual e crescer como linguagem. Só que é preciso ter bom senso e não fazer como aqueles mimizentos do Omelete.

Desnecessário, não?

Abraços a todos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s